Solidões habitadas

Adoro cidades. São o meu habitat. As minhas savanas. São confortáveis, todas reconhecíveis. Malhas urbanas, blocos empilhados, texturas espraiadas. Eixample e RavalBaixa Pombalina e AlfamaUpper East Side e Washington HeightsShinjuku e Shibamata É o conceito que as une: concentração populacional e infraestruturas. Os que as distingue é tanto e tão vasto como aquilo que fazContinue a ler “Solidões habitadas”