Ponto de cruz

O avesso tem que ser perfeito. Traços verticais, paralelos, espelho colorido do lado público. Só os remates se podem atravessar nesta bitola, necessidade feita excepção que confirma a regra. De resto, é um mundo seguro, estanque, determinado e previsível. Fio, agulha, tela e esquema. Instruções feitas de símbolos, que viram desenhos com volteios de mão.Continue a ler “Ponto de cruz”