. dos (meus) pais

À pala da pandemia os meus pais desenvolveram capacidades tecnológicas que me parecem verdadeiros super-poderes.Agora, volta e meia, envio-lhes o que escrevo em forma de link pelo WhatsApp. O meu pai recebe, abre, lê. Sei que se comove na sua fortaleza de aparente indiferença e se lhe marejam os olhos. Nunca me diz que meContinue a ler “. dos (meus) pais”