. dos (meus) pais

À pala da pandemia os meus pais desenvolveram capacidades tecnológicas que me parecem verdadeiros super-poderes.Agora, volta e meia, envio-lhes o que escrevo em forma de link pelo WhatsApp. O meu pai recebe, abre, lê. Sei que se comove na sua fortaleza de aparente indiferença e se lhe marejam os olhos. Nunca me diz que meContinue a ler “. dos (meus) pais”

Despertar

Gosto de ouvir música quando escrevo. A música certa torna o trabalho mais fluido, mais instintivo e espontâneo. O que funciona melhor são as melodias que crescem e se acanham, deambulam pelo escritório como pautas dançantes, e me envolvem sem me arrastar para dentro de viagens afectivas ou danças inevitáveis. Comecei um projeto novo ontemContinue a ler “Despertar”

jorro

Não consigo parar o meu pensamento, é como um comboio desgovernado, uma avalanche de emoções e ideias encadeadas ininterruptamente, que não consigo parar, abrandar, conter. Às vezes basta perceber que fiz algo tão pueril como um comentário que falhou a marca no Twitter para desencadear uma crise de horas de insónia naquela que era umaContinue a ler “jorro”

Marcadores de intimidade – Ler em voz alta

Há gestos, cumplicidades, odores, partilhas, toques que só acontecem dentro da película da esfera da intimidade. A intimidade transcende o sexo, transcende a quotidianidade, transcende o hábito. A intimidade revela-se em pequenos nadas que carregam o mundo às costas. Inaugura-se hoje o Marcadores de Intimidade do Blue Notes. Ler em voz alta. Ler em vozContinue a ler “Marcadores de intimidade – Ler em voz alta”

O tempo responde ao tempo que o tempo tem tanto tempo quanto tempo o tempo tem

Ainda tenho a E de sábado deitada comigo na cama. Armar-me em fénix na meia idade tem destas coisas; renasço na reinvenção, mas também recupero as minhas inevitabilidades. E ser vida para a qual o relógio não chega será sempre uma delas. A inquietude da próxima curva da estrada também permanece e complica a matemáticaContinue a ler “O tempo responde ao tempo que o tempo tem tanto tempo quanto tempo o tempo tem”