Despertar

Gosto de ouvir música quando escrevo. A música certa torna o trabalho mais fluido, mais instintivo e espontâneo. O que funciona melhor são as melodias que crescem e se acanham, deambulam pelo escritório como pautas dançantes, e me envolvem sem me arrastar para dentro de viagens afectivas ou danças inevitáveis. Comecei um projeto novo ontemContinue a ler “Despertar”

. do hedonismo

Tenho o hábito de me descrever como uma hedonista, o que regra geral levanta algumas sobrancelhas. Mais não fosse porque sou mulher e às mulheres o prazer dos prazeres ainda é reprimido. Mas acredito que em grande medida porque o conceito puro, filosófico, de hedonismo eleva o deleite a sentido último da vida, o queContinue a ler “. do hedonismo”